Fora de moda

Que fazer quando a consciência não se cala, quando já não suportamos mais uma certa podridão que sentimos cá dentro, quando todos os argumentos que desenhámos já não nos dão sossego, quando nos assalta uma amargura infinita e vemos em nós um monstro? Chega um momento em que sentimos necessidade de um banho interior que nos limpe, de um fogo que nos purifique.
This content is password protected. To view it please enter your password below: