Sempre tenso a esticar cada momento
Em cada gesto há que subir um monte
Não pode haver um dia morno e lento
O infinito é para cá do horizonte

Perfeição
Voltar ao topo