Paulo Geraldo – textos em prosa

Além das palavras

A única forma de um pai ensinar um filho a ser honesto consiste em ele mesmo ser honesto, custe o que custar, em todas as circunstâncias, desprezando todas essas maneiras fáceis – e falsas – de subir na vida ou de resolver problemas delicados. Se assim não for, bem pode esforçar-se em dar ao filho enormes sermões sobre essa virtude…

Ainda há esperança

Não gosto de tragédias, mas gosto de ver como o homem se ergue nas tragédias. Gosto de verificar que continuamos a ser capazes de heroísmo. E que – apesar de muitas vezes as nossas revistas e a nossa televisão prestarem culto à mediocridade – continuamos a ser capazes de apreciar o heroísmo. Assim, ainda há esperança!

O abortista

Fui certa vez ouvir uma conferência dada por um médico norte-americano chamado Bernard Nathanson, que, para começar, pousou as mãos abertas sobre a mesa e disse que aquelas mãos tinham feito muitos milhares de vítimas. Era um homem profundamente arrependido, que corria o mundo procurando resgatar alguma paz interior, um homem perseguido por terríveis remorsos.

A roda da História

As causas do desaparecimento do Império Romano foram muitas e muito variadas, mas, principalmente, a perda de uns valores e de umas virtudes que tinham constituído a própria substância do Império. Essa perda tinha levado ao enfraquecimento da autoridade, à corrupção dos costumes, à destruição da unidade familiar – que antes tinha sido tão sólida -, à proliferação da infidelidade conjugal, do divórcio, do infanticídio e do aborto.

Voltar ao topo